A União Nacional dos Estudantes entrou com processo na Justiça contra o festival Lollapalooza

De acordo com a ação, o evento teria burlado a lei da meia entrada. As informações são da coluna de Monica Bergamo no jornal Folha de São Paulo.

Segundo os documentos aos quais a jornalista teve acesso, os ingressos do Lolla de 2018 estão cerca de 63 por cento mais caros que os da edição de 2017 – o que faz com que os preços atuais da meia entrada sejam praticamente equivalentes ao custo anterior da entrada cheia, principal alegação da ação. O festival, por sua vez, responde que, ao mesmo tempo em que os preços foram aumentados, foi criada uma nova opção para que o público consiga pagar um valor menor: a “entrada social”. A empresa responsável pelo evento diz que a última edição do Lollapalooza Brasil teve dois dias e a próxima terá três, ou seja, a meia-entrada para o “Lolla Pass” não é exatamente o dobro do valor de 2017.

Estudantes Lollapalooza Folha de São Paulo

Fonte: SOFTNEWS

Comentários

comentários por Disqus